Contraste |
| |

    Alunos de graduação e mestrado da Uemg apresentam trabalho sobre violência doméstica em seminário da UFMG

    Por Breno Eustáquio

    Comunicação Uemg João Monlevade

    14/07/2021

     

    No último dia 8, o aluno do curso de graduação em Engenharia Civil da UEMG João Monlevade, João Victor Siqueira Gandra, e a aluna do Mestrado em Segurança Pública e Cidadania da UEMG – FaPP, Anielle Fernanda Eduardo Silva, ambos orientados pelo Prof. Dr. Diogo Luna Moureira, apresentaram o trabalho “Entre a punição e a responsabilização: análise da reincidência penal a partir de grupo reflexivo para homens autores de violência doméstica e familiar” no VI Seminário Discente do Programa de Pós-graduação em Sociologia da UFMG.

    A pesquisa apresentada é resultado do levantamento quantitativo promovido pelos pesquisadores em projeto aprovado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da UEMG, Edital PAPq n. 06/2019, bem como indicador da análise qualitativa promovida pela discente Anielle Fernanda em sua dissertação de mestrado, em construção. Em razão das restrições impostas pela Pandemia de Covid 19 nos anos de 2020 e 2021, o que levou a suspensão das atividades do projeto “Itabira por eles”, a análise restringiu-se aos dados do ano de 2019.

     Segundo os pesquisadores, em 2019 participaram do projeto “Itabira por eles” 56 homens autores de violência doméstica e familiar. O levantamento de dados ocorreu perante o Juízo da 2ª Vara Criminal. A partir da lista de participantes no projeto buscou-se levantar informações relativas ao processo criminal que ensejou a inserção no projeto: “Itabira por eles”, quantos encontros foram realizados, a data do fato, e se foi registrado algum processo criminal de violência doméstica após cumprir os 16 encontros no projeto. Terminada essa fase, foi necessário debruçar-se ainda mais para verificar se estes autores após as sessões se envolveram em novos crimes de violência doméstica.

    Os pesquisadores analisaram uma amostra de 34 homens autores de violência doméstica, participantes do projeto do período de maio a dezembro de 2019, em um universo de 56 homens participantes nesse período. Após a devida triangulação dos dados foi possível perceber que 14 homens concluíram os dezesseis encontros o que equivale a 41,1% dos 34 casos analisados. Desses 14, somente dois tornaram a cometer crimes de violência doméstica após passarem pelo projeto, projetando-se um percentual de 85,7% de não reincidência. 

    Ainda analisando esse universo de 34 homens incluídos no projeto “Itabira por eles” entre maio a dezembro de 2019 constatou-se que 20 não concluíram as 16 sessões, o que implica em um percentual de 58,9%, sendo que esses apresentaram um número bem maior de reincidência. Dos 20 participantes, 7 voltaram a se envolver em crimes de violência doméstica, o que implica em um percentual de não reincidência de 65%.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Divulgação/ Pixabay

    Dados apresentados em Seminário foram colhidos em pesquisa desenvolvida em 2019 na cidade de Itabira

    UEMG

    Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves
    Rodovia Papa João Paulo II, 4143
    Ed. Minas - 8º andar
    Belo Horizonte - MG
    Cep31630-900

    • dummy+55 (31) 3916-8696 / 3916-8697

    • dummy faleconosco@uemg.br

    © 2022 UEMG

    2021 canvasBranca uemg