Contraste |
| |

    Unidade Frutal | Assembleia pública discute destino das instalações da Hidroex

    Aconteceu hoje (30) a Audiência Pública que debateu a utilização dos bens móveis e imóveis da extinta Fundação Hidroex para uso da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) – Unidade Frutal. A audiência aconteceu às 14h no Anfiteatro da Unidade e contou com a presença da promotoria de justiça, representantes estudantis, representantes da comunidade frutalense e da região. A reitoria esteve presente através de representação pelo Pró-Reitor de Planejamento, Gestão e Finanças da UEMG, Fernando Sette, tendo em vista a incompatibilidade de agenda da Reitora e do Vice-Reitor.

    Durante a audiência o Diretor da UEMG Frutal, Allynson Fujita, solicitou na o cercamento da UEMG, melhorias da rede energética para os equipamentos a serem instalados, criação de lei orçamentária para as universidades do estado de Minas Gerais e transferência dos terrenos da extinta Hidroex para a UEMG. Foi adicionado ainda pelo representante da Unidade o pedido de auxílio na implementação do restaurante universitário.

    Fizeram parte da composição da mesa de apresentação da auditoria: a Prefeita de Frutal, Maria Cecília; o Presidente da Câmara de Frutal, Pedro Nascimento; o Secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Marco Aurélio, representado por Viviane Vieira Gomide; a Reitoria da UEMG, representada pelo Pró-Reitor de Planejamento, Gestão e Finanças, Fernando Sette; o diretor da UEMG Frutal, Allynson Fujita, a Promotora de Justiça da Comarca de Frutal, Daniela Campos; a Secretaria de Planejamento e Gestão da Seplag, representada na ocasião por Robson Pinho; o Presidente da Câmara Municipal de Uberlândia, Hélio Ferraz de Oliveira, representado por Helvico José de Queiroz; o Presidente do Sindicato Rural de Frutal, Nivaldo Pacheco; a Presidente do Diretório Acadêmico da UEMG Frutal, Gabriela Amorim; e o Ex-Deputado Federal Caio Nárcio.

    Ao fim da audiência os órgãos de poder firmaram compromissos e decisões acerca das demandas envolvendo a Hidroex e a UEMG Frutal. De acordo com o representante da Reitoria na Auditoria Pública, Fernando Sette será planejado a fazenda para transferência de recurso às demandas. Também será argumentado juntamente com a Seplag e SEGOV a possibilidade de conseguir um gerador que sustente a demanda de energia elétrica dos prédios, visto que o gerador da SEGOV está não está sendo utilizado, e ainda haverá a articulação juntamente com a Direção da Unidade para avaliar a possibilidade de construção do Restaurante Universitário.

    O Deputado Estadual e autor do requerimento que convocou a reunião, Raul Belém, fala que organizou a Audiência Pública para ouvir a sociedade e discutir os problemas e possíveis alternativas às questões que envolvem a extinta fundação. Deste modo Raul gerou um relatório que será apresentado para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

    A Promotora de Justiça, Daniela Campos, considerou a reunião entre os estudantes, comunidade e autoridades positiva no sentido de que a ideia de retomada do projeto não é um desejo nem da comunidade acadêmica nem frutalense. Considera ainda o reforço da assembleia como uma catapulta para obtenção de resultados mais efetivos frente ao novo governo.

    Tags:
    UEMG

    Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves
    Rodovia Papa João Paulo II, 4143
    Ed. Minas - 8º andar
    Belo Horizonte - MG
    Cep31630-900

    • dummy+55 (31) 3916-8696 / 3916-8697

    • dummy faleconosco@uemg.br

    © 2022 UEMG

    2021 canvasBranca uemg