Contraste |
| |

    UEMG Frutal marca presença em edital da FAPEMIG com três projetos aprovados

    Neste ano de 2021 os docentes da UEMG – Unidade Frutal ganharam destaque em programa da FAPEMIG - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. A Chamada 01/2021 - Demanda Universal teve 824 propostas aprovadas para contratação e dentre elas, os docentes Prof. Dr. Maurício Bonatto Machado de Castilhos, Profª. Dra. Daniela Fernanda da Silva Fuzzo e Profª. Dra. Eliana Aparecida Panarelli, tiveram seus projetos contemplados. O programa tem por objetivo estimular a pluralidade e a diversidade da pesquisa científica e tecnológica, nas diversas áreas do conhecimento.

    Conheça um pouco sobre cada projeto:

    A Prof. Dra. Daniela F. S. Fuzzo teve aprovação do projeto “Utilização Da Internet Das Coisas (Iot) Na Disseminação Da Informação Agrometeorológica Na Região Sul Do Triângulo Mineiro”.

    Além da coordenação da pesquisadora Daniela, a equipe do projeto é composta pelo professor subcoordenador, Dr. João Alberto Fischer Filho; pelo professor pesquisador, Me. Sérgio Carlos Portari Júnior, e; pelo professor pesquisador, Me. Ivan José dos Reis Filho.

    O objetivo do programa é a obtenção de uma estação meteorológica para a UEMG Frutal, onde será desenvolvido um sistema de vigilância meteorológica com a função de disseminar a informação em plataformas online, a partir do levantamento das condições climáticas. Assim como a criação de alguns produtos, dentre eles: um portal online, aplicativo para smartphone e um boletim climatológico.

    A Prof. Dra. Eliana Aparecida Panarelli teve o projeto “Área De Proteção Ambiental Da Serrinha: Invertebrados Terrestres E Aquáticos Como Indicadores Em Nascentes Do Cerrado”, o qual coordenada, aprovado pelo edital.

    Compõem a equipe de pesquisa, juntamente com a professora: a Profª. Subcoordenadora do projeto, Dra. Vanesca Korasaki; a mestranda Ana Luíza Franco; a Profª. Dra. Daniela Fernanda da Silva Fuzzo; o Prof. Dr. Eduardo da Silva Martins; a Profª. Dra. Elisângela Aparecida da Silva; a graduanda Jaqueline Souza Borges; o Prof. Dr. Jhansley Ferreira da Mata; a graduanda Maria Giulia Carrino; o graduando Pedro Canassa Galati, o Prof. Dr. Rodrigo Ney Millan e; o Prof. Dr. Stephan Malfitano Carvalho (UFLA - Universidade Federal de LAVRAS).

    O projeto visa subsidiar a recuperação das nascentes do município de Frutal, MG, por meio de um diagnóstico ambiental, que investigará a condição de integridade biológica nos sistemas compostos por nascentes e entorno (ambiente aquático e terrestre) na porção sul da Serrinha e se os bioindicadores terrestres e aquáticos apresentam maior capacidade de descrição do ambiente quando analisados em conjunto.

    A caracterização das nascentes visa subsidiar ações de preservação, recuperação ambiental e monitoramento a serem empregadas em plano de manejo, reforçando a proposta para criação de uma Área de Proteção Ambiental no entorno da Serrinha, visando a conservação desses recursos e consequente manutenção do abastecimento de água para a cidade.

    Por sua vez, o projeto do Professor Dr. Maurício Bonatto Machado de Castilhos, “Aplicação de técnicas metabolômicas para determinação do perfil de qualidade dos vinhos das regiões brasileiras emergentes: o primeiro passo para a Indicação Geográfica”, conta também com os professores Dr. Vanildo Luiz del Bianchi (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, São José do Rio Preto, Brasil) e Dr. Sergio Gómez-Alonso (Universidad de Castilla-La Mancha, Ciudad Real, Espanha) na equipe.

    A pesquisa visa determinar o perfil metabolômico de vinhos produzidos por vinícolas localizadas nas regiões emergentes do estado de Minas Gerais, Vale do Submédio do Rio São Francisco e Serra Gaúcha, com a finalidade de promover uma identidade de qualidade destes vinhos associada a suas origens nos diferentes territórios de suas fabricações. Para alcançar este objetivo, o perfil de metabólitos químicos do vinho, obtido por HPLC-ESI-QTOF-MSn será analisado em combinação com outras análises físico-químicas e sensoriais.

    A implantação de Indicações Geográficas nas regiões emergentes de produção de vinhos no Brasil repercutirá tanto na área geográfica de produção como no caráter mercadológico do produto, respondendo positivamente no impacto social. “Em relação à área geográfica, será possível trazer satisfação ao produtor que verá seus produtos comercializados com a indicação geográfica que corresponde ao seu local de trabalho, valorizando a sua propriedade; estimulará investimentos na própria zona de produção; haverá melhorias tecnológicas no campo e na agroindústria do vinho na região”, explica o Prof. Dr. Maurício Bonatto. “Em relação ao caráter mercadológico, os produtos terão maior valor agregado e maior facilidade de colocação no mercado; os produtos ficarão menos sujeitos à concorrência com outros produtos de preço e qualidade inferiores; haverá uma criação de confiança no consumidor, estabilizando a demanda do produto, pois ele sabe que encontrará um produto de qualidade e com características regionais; a identificação do produto pelo consumidor se tornará mais fácil e, por fim, consolidará mecanismos legais contra fraudes e usurpações”, conclui.

    O Prof. Coordenador do Centro de Pesquisa da UEMG Frual, Dr. Rodrigo Portari fala sobre a importância da aprovação dos projetos para a região da cidade: "A aprovação dos projetos no Edital de Demanda Universal demonstra a qualidade e a seriedade das pesquisas conduzidas na nossa Unidade. É um edital altamente concorrido em que os impactos esperados com os resultados da pesquisa são um diferencial para a sua classificação. O fato de termos três docentes aprovando projetos demonstra o alto nível teórico e científico de nossos pesquisadores e a importância de termos a Universidade estabelecida em Frutal, já que são pesquisas com foco regional e que priorizam principalmente o Triângulo Mineiro. Não temos dúvidas de que os resultados vão trazer benefícios para as áreas pesquisadas".

    A relação completa das propostas aprovadas encontra-se na página da FAPEMIG. Para acessar, clique aqui.

    Tags:

    Endereço - FRUTAL

    UEMG - Unidade Frutal

    Avenida Escócia, 1001
    Bairro Cidade das Águas
    Frutal / MG
    CEP: 38202-436
    FAX: (34) 3423-2727

    • dummy+55 (34) 3423-2700

    • dummy+55 (34) 3423-2733

    • dummy faleconosco@uemg.br

    © 2022 UEMG