Contraste |
| |

    Escola de Música e de Design | Pontos do Reinado Mineiro são tema de encontros ao longo do mês

    Atividade do projeto ‘Saberes Tradicionais do Reinado Mineiro: da multiplicidade artística às experiências musicais vividas’, desde o início deste mês de agosto estão sendo realizados encontros semanais para vivenciar um dos temas de estudo da iniciativa, os “pontos cantados" – pequenas cantigas usadas em manifestações culturais, como o Reinado Mineiro, festejo que celebra a antiga majestade dos negros escravizados e a mistura de sua cultura com o catolicismo popular (saiba mais). As oficinas vêm sendo ministradas pelo sr. Dirceu Ferreira, capitão do Reinado e integrante da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário do Bairro Justinópolis, em Ribeirão das Neves.

    Ainda em junho, o projeto realizou atividades de imersão no contexto do Quilombo de Nossa Senhora do Rosário de Justinópolis, onde acontece o Reinado. Participaram da experiência estudantes dos cursos de graduação em Música, Artes Visuais Licenciatura e Design de Produto. Na ocasião, professores e estudantes da UEMG entraram em contato com o cotidiano da Irmandade e puderam experimentar a musicalidade local, bem como aprender sobre a multiplicidade artística que configura o universo do Reinado Mineiro, materializada em coroas, bastões, bandeiras, vestimentas e acessórios diversos.

    Saberes Tradicionais
    Parceria entre as Escolas de Música (EsMu) e de Design (ED) da UEMG desenvolvida com o apoio do Edital PAPq 2019, o projeto ‘Saberes tradicionais do Reinado Mineiro: da multiplicidade artística às experiências musicais vividas’ propõe uma aproximação entre a Universidade e comunidades tradicionais da região metropolitana de Belo Horizonte, com o objetivo de viabilizar trocas entre saberes acadêmicos e tradicionais, proporcionados pela participação de mestres e mestras das irmandades do Reinado.

    O projeto está sob coordenação da professora Sônia Cristina Assis (EsMu), do professor Genesco Alves de Sousa (ED) e do mestre Dirceu Ferreira (Irmandade de Nossa Senhora do Rosário de Justinópolis), com a colaboração dos estudantes Dalmir Lott (EsMu) e Douglas Mendonça (ED).

    As atividades tiveram início em maio de 2019, no Primeiro Seminário de Saberes Tradicionais do Reinado Mineiro, na Escola de Música, evento esse que contou com a presença dos capitães Dirceu Ferreira (Justinópolis), Aldo César (Brumadinho) e de outros dois jovens integrantes da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário de Justinópolis, Alexander e Natiele. Nesse seminário os capitães compartilharam diversos “pontos cantados” e histórias do Reinado Mineiro.

    Por meio dessa parceria, o projeto demarca um passo importante na articulação entre docência, pesquisa e extensão. “Uma proposta que nasceu como desdobramento das pesquisas de mestrado e de doutorado realizadas pelos professores coordenadores, em contextos nos quais prevalecem saberes e práticas permeadas de aprendizagem, história e rituais”, explica a professora Sônia; que complementa: “Acreditando nas ilimitadas possibilidades que esta parceria pode fomentar, em termos de processos de aprendizagem, esse projeto de iniciação científica aborda questões que entrelaçam a cultura dos povos tradicionais e a cultura acadêmica a partir de uma ecologia de saberes, reunindo práticas, técnicas e experimentações que contribuem para uma formação humana, sem desvincular história, materialidade e arte”.

    © 2020 UEMG

    Search