Contraste |
| |

    Unidade João Monlevade produz sabão artesanal para higienização contra Coronavírus

    Firefox Screenshot 2020 04 29T17 41 40.008Z

    A pandemia do novo coronavírus provocou uma desordem de caráter único na sociedade, além de expor uma visível fragilidade social. Além disso, a necessidade do isolamento social diminuiu a renda das famílias das comunidades mais vulneráveis dificultando o acesso a materiais como o sabão, essencial não apenas na higienização das mãos, mas também de utensílios domésticos que poderão ser utilizados por pessoas contaminadas que não necessitem de internação hospitalar

    Diante deste cenário, um grupo de professores e funcionários da UEMG Unidade João Monlevade reuniram esforços para contribuir com o combate à pandemia do Sars-Cov-2, o novo coronavírus, dando início a um projeto para fabricação de sabão em barra e sabão líquido como estratégia para auxiliar na higienização e descontaminação de pessoas nas comunidades mais vulneráveis.

    Firefox Screenshot 2020 04 29T17 39 44.133Z

    Intitulado como “UMA MÃO LAVA A OUTRA”, o projeto é coordenado pela professora de química Fabrícia Nunes de Jesus Guedes, tem recebido o apoio e a colaboração da comunidade monlevadense através da doação de óleo de cozinha usado, limões, caixas de leite ou suco vazias e soda cáustica para a fabricação dos sabões a serem doados. Estão sendo produzidos sabões em barra e líquido e a fabricação é realizada no laboratório de Química da Unidade João Monlevade.

    Diante da grande doação de óleo usado e contando com o apoio da Coordenação de Extensão da Universidade, a equipe pretende dar prosseguimento à fabricação até meados de julho deste ano.

    Firefox Screenshot 2020 04 29T17 36 29.736Z

    © 2020 UEMG

    Search