UEMG
  < inicial < notícias espacador
+ notícias
 

Em Audiência Pública, UEMG reafirma urgência de Programa de Assistência Estudantil

19/04/2017

Foto: Sarah Torres
Com expressiva participação do movimento estudantil da UEMG, Unimontes e Fundação João Pinheiro, foi realizada ontem, 18 de abril, uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, com o objetivo de apresentar e debater o Projeto de Lei nº 4.092/17, de proposta do governador do estado, que substituirá os termos da atual Lei nº15.259/2007, que estabelece a reserva de vagas nas universidades públicas, e pela qual também instituirá o Programa de Assistência Estudantil nessas instituições.

O texto apresentado estabelece nominalmente os percentuais de vagas nos cursos de graduação reservadas aos mesmos grupos socioeconômicos originais (20% afrodescendentes; 20% egressos de escolas públicas; 3% para pessoas com deficiência e 2% para indígenas, totalizando 45% do total de vagas); estipula que essa divisão deverá ser estendida também para os cursos de pós-graduação e institui o Programa de Assistência Estudantil.

Ao texto original foram apresentadas pelos presentes ainda duas novas propostas, que serão adicionadas à norma e apreciadas pelas respectivas comissões na Assembleia Legislativa: a ampliação da reserva de vagas para 50% (com 5% adicionais destinados somente a populações de origem quilombola), e a adição da Fundação João Pinheiro ao rol de instituições abrangidas pela nova Lei (que se referia originalmente apenas à UEMG e Unimontes).

O próximo passo será a aprovação do texto e conteúdo do Projeto de Lei pela Comissão de Constituição e Justiça, que deverá divulgar seu parecer na próxima quarta-feira, 26 de abril.

Representando a UEMG na audiência pública, o vice-reitor José Eustáquio de Brito, destacou que a política de cotas no ensino superior, sendo uma modalidade de ações afirmativas, é uma estratégia de combate às desigualdades sociais e raciais que se manifestam na estrutura social brasileira. Lembrou que o fato de a atual lei de cotas ter sido aprovada pela Assembleia Mineira no ano de 2004 demanda que a revisão seja feita de modo a considerar os avanços percebidos no campo normativo, como, por exemplo, o Estatuto da Igualdade Racial e a confirmação da constitucionalidade da medida decidida pelo Supremo Tribunal Federal em julgamento ocorrido em 2012. Destacou ainda que as mobilizações estudantis ao longo dos últimos anos têm sido importantes para pautar o tema da assistência estudantil nas universidades estaduais tendo em vista o perfil socioeconômico dos alunos que nelas ingressam. Finalizando sua exposição, o vice-reitor afirmou que o há uma relação estreita entre o futuro da UEMG e a política de assistência estudantil, compreendendo que, sem a implementação dessa política, a universidade encontra limites estruturais para cumprir sua missão institucional.

Estiveram também presentes ao debate e compuseram a mesa o representante do secretário de Planejamento e Gestão Helvécio Magalhães, o secretário de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania Nilmário Miranda, o subsecretário de Ensino Superior da Sedectes Márcio Portes, a representante do Diretório Central de Estudantes da UEMG Jéssica Marroques, o reitor da Unimontes João dos Reis Canela, representantes da Fundação João Pinheiro, lideranças estudantis da UEMG, Unimontes e FJP e integrantes da Coordenação Nacional de Entidades Negras.

A Audiência Pública foi requerida pelos deputados estaduais Arlen Santiago, Marília Campos, Ione Pinheiro e Celise Laviola. Um vídeo sobre a audiência pública, produzido pela ALMG, também explica as definições do encontro.

Programa de Assistência Estudantil


 
A estudantes Jéssica Marroques é uma das dirigentes
do DCE da UEMG. Foto: Guilherme Dardanhan

 
Em seus momentos de fala, tanto o vice-reitor da UEMG quanto os estudantes da Universidade expressaram a urgência da aprovação da criação de um programa efetivo de assistência estudantil para garantir que o intento do real acesso ao ensino superior seja exitosamente cumprido. Estudantes revezaram relatos a partir dos quais comprovaram que, apesar de terem obtido o acesso ao Ensino Superior pelo sistema de reserva de vagas, ele nada fez para garantir a permanência desse estudante em desfavorável situação socioeconômica em seu percurso acadêmico.

O vice-reitor reconheceu que as dificuldades para manutenção nos cursos e as reiteradas evasões provenientes desse público impedem que a Universidade cumpra a função social que lhe cabe por definição.

Nesse sentido, o Projeto de Lei nº15.259/2007 prevê que o Programa de Assistência Estudantil tenha, posteriormente à sua aprovação, seus valores e modalidades de oferecimento regulamentados por decreto específico, exigindo uma dotação específica na Lei Orçamentária Anual.

Uma vez cumpridos esses requisitos, as Universidades estarão aptas a abrir editais de concessão dos auxílios e deverão criar uma comissão interna, formada por professores e estudantes, para avaliação e acompanhamento do sistema de reserva de vagas e do Programa de Assistência Estudantil, encaminhando relatórios anuais que comprovem a aplicação dos recursos.

ASSESSORIA DE COMUNICACAO SOCIAL

 

 

 

 

 

 

 

CURSOS

Busca rápida pelos cursos oferecidos

INTERNACIONALIZAÇÃO

Internacional
Intercâmbio


Institucional
Missão, Valores e História
Objetivo Operacional
Integração Institucional
Composição de Conselhos
Organograma
Quem é quem
Comissão de Ética
Horário de Funcionamento
Legislação Referente à UEMG
Telefones Úteis
Campus da UEMG BH
Internacional
Manual de Identidade Visual

Ensino
Alunos Matriculados
CENPA
Diplomas Registrados
Documentos
Ensino nas Unidades
Estágio
Matrículas
NAE - Apoio ao Estudante
PIBID
Sistema Acadêmico
Registro de Diplomas
Relação de Professores
Processo Seletivo
Pré-Inscrição
PROCAN
Vestibular
SiSU
Obtenção de Novo Título
Transferência
COPEPS
Anos Anteriores

Pós-Graduação
Pós-Graduação nas Unidades
Legislação
Auxílios
Formulários e Relatórios
Bolsas para Docentes e Técnicos Administrativos
Orgãos de Fomento
Programas
Apoio a Participação de Docentes em Eventos

Pesquisa
Pesquisa nas Unidades
Projetos de Pesquisa desenvolvidos na UEMG
Programas de Bolsas
Programa de Apoio à Pesquisa e Pós-graduação
Formulários e Documentos
Orgãos de Fomento
Editais
Grupos de Pesquisa - CNPq
Catálogo de Publicações
Boletim de Pesquisa
Seminários
NIT - Inovação Tecnológica
Comitê de Ética
Extensão
Extensão nas Unidades
Siga (Extensão)
Programas Institucionas de Extensão
Documentos
Editais
Semana UEMG
JUEMG
Congressos da Extensão
Encontro de Extensão
CENDRHE

EAD
Cursos a Distância
Polos de EAD
Programas
Ambiente Virtual

Gestão
Plano de Gestão
Acordo de Resultados
Formulários
Ambientação
Diário Oficial (IOF)
Servidor
Concurso Docente
Fornecedor

Intercâmbio
Convênios Internacionais
Línguas Estrangeiras
Formulários
Apoio e Fomento
Dúvidas Frequentes
Programa Ciência sem Fronteiras
Serviços
Cursos
Biblioteca
Emissão de DAE
Tabela de Serviços

Programas e Ações
PROCAN
PROUEMG

Transparência
Auditorias
Repasses ou Transferências de Recursos
Despesas
Licitações e Contratos
CPA
Formulário de Solicitação de Informação

Noticias
Acontece na UEMG
Agenda
Editais
Resoluções/Atas
Palavra do Reitor
Café com o Reitor
Busca Avançada

Publicações
Editora UEMG
Periódicos UEMG
Audio
Galerias de Fotos
Vídeos

UEMG na Web
Facebook UEMG Twitter UEMG YouTube UEMG

UEMG no
Google

Acesso Rápido
Unidades
Aluno
Professor

Ferramentas
Acessibilidade
Ajuda
Dúvidas Freqüentes
Fale Conosco
Intranet
Mapa do Sítio
Webmail

English English Version

 

 
UEMG
UEMG Universidade Estadual, Pública, Gratuita e Multicampi  
Rodovia Papa João Paulo II, 4143 - Ed. Minas - 8º andar -  Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves - Bairro Serra Verde - Belo Horizonte - MG - CEP: 31.630-900 - Tel: +55 (31) 3916-0471
Aspectos legais e Responsabilidades